24 de novembro de 2016

Alerta! Golpes e Boatos no WhatsApp e outras Redes Sociais. Guia pra quem Não quer se dar Mal;

Recentemente, um dos boatos que mais repercutiu pelos dispositivos mobile com nosso querido WhatsApp e Facebook instalados foi o do pagamento extra do Bolsa Família, aos beneficiários, (Veja matéria do Tribuna: Bolsa Família: Pagamento Extra é boato ou verdade?) alegando que todos teriam direito a um valor bastante alto como resultado de um 13° salário.

Foram veiculados áudios, textões com depoimentos falsos e todo tipo de absurdo que se possa imaginar. Foi o maior caos pelo país inteiro, com pessoas em filas imensas em agencias da Caixa e até mesmo protestando em frente as lotéricas, como ocorreu no estado da Paraíba.

O mais novo golpe que está "bombando" no Zap-Zap, é sobre uma atualização onde você poderá ativar as vídeo chamadas com seus contatos de forma milagrosa.

A mensagem é compartilhada dessa forma, acompanhada de um link.
O vírus convida os usuários para um recurso de videochamada (ainda inexistente no aplicativo). Para acessá-lo, é preciso clicar em um link que direciona o usuário para uma página da internet — o site malicioso, então, pede para que você convide dez amigos para participar do “teste”.

Após convidar seus amigos para experimentar a “nova ferramenta”, o usuário é direcionado para uma série de ofertas de aplicativos questionáveis (que podem derrubar os sistemas de segurança do seu aparelho) e precisa preencher uma série de informações pessoais em um questionário — o que abre espaço para os criminosos inscrevem o seu número de celular em serviços de assinatura. Pronto meu jovem, você acabou de ganhar uma dor de cabeça.
 Outra coisa, se você é dono de um iPhone e acha que está à salvo, pense de novo: apesar de uma grande parte dos vírus que circularam na internet ser inoperante no sistema iOS, este vírus foi desenvolvido para Android, Windows Phone e iPhone (iOS).

Fica a dica, então — se você receber um convite questionável para participar de uma ferramenta que ainda nem existe no aplicativo, apague a mensagem e siga com a sua vida.
 
Para aproveitar, o Tribuna fez essa matéria especial para auxiliar seus leitores à escaparem das tais armadilhas dos Golpes e Boatos das redes Sociais. Veja a seguir, os mais comuns golpes que circulam pelo WhatsApp, leia atentamente:

Golpe no WhatsApp promete mostrar quem visitou perfil.

Veja quem visitou seu perfil

Isca: Mensagem no WhatsApp com link promete mostrar quem "xeretou" ou visualizou seu "perfil" no WhatsApp.

Funcionamento: A fraude tenta convencer a vítima a acessar um link e depois compartilhar esse mesmo link para os seus contatos.

Por isso, a mensagem da fraude também deve chegar de um contato conhecido. Caso a vítima siga as orientações da página no link, ela vai acabar vendo diversas propagandas para serviços "premium", possivelmente cadastrando o celular em serviços via SMS.

Prejuízo: Os serviços via SMS cadastrados pela vítima têm custo e o valor será cobrado na fatura do celular ou descontado dos créditos.
 
 (...)

Golpe no WhatsApp promete 'Pokémon Go Pro'. (Foto: Divulgação/Kaspersky)Golpe no WhatsApp promete 'Pokémon Go Pro'.

Pokémon Go Pro
Isca: Versão "melhorada" do jogo Pokémon Go

Funcionamento: Segundo a Kaspersky Lab, a vítima recebe uma mensagem no WhatsApp prometendo o download de uma versão inexistente do jogo Pokémon Go. O link deve vir de um dos contatos da vítima. Ao clicar no link, a página pedirá que a vítima compartilhe o mesmo link para os seus contatos antes de permitir o download. Em vez do suposto aplicativo do Pokémon Go, porém, o usuário acaba baixando um "adware" - um programa que exibe propagandas.

Prejuízo: Aplicativos que exibem propagandas podem aumentar o consumo da bateria e pacote de dados, bem como prejudicar a utilização dos aplicativos com telas indesejadas de propaganda. Em alguns casos, essas propagandas podem oferecer serviços de SMS premium e o custo cobrado direto na fatura ou descontado dos créditos.
(...)

Golpe no WhatsApp promete mostrar quem espiona outros usuários. (Foto: Divulgação/PSafe)Golpe no WhatsApp promete mostrar quem espiona outros usuários. 

Como espionar conversas no WhatsApp
Isca: Descobrir com quem seus contatos no WhatsApp estão conversando com o "WhatsEspião"

Funcionamento: De acordo com o alerta da fabricante de antivírus PSafe, a vítima poderia fazer o download do programa "WhatsEspião" para espionar contatos e descobrir com quem estão conversando. Antes do download, porém, o link precisa ser compartilhado com outros contatos do WhatsApp e a vítima precisa fornecer suas informações. O aplicativo baixado não possui a função prometida e exibe propagandas no celular.

Prejuízo: Aplicativos que exibem propagandas podem aumentar o consumo da bateria e pacote de dados do celular, bem como prejudicar a utilização dos demais aplicativos com telas indesejadas de propaganda. Em alguns casos, essas propagandas podem oferecer serviços de SMS premium com custo cobrado direto na fatura ou descontado dos créditos.
(...)
Golpe no WhatsApp promete chamadas em vídeo. (Foto: Divulgação/Kaspersky)Golpe no WhatsApp promete chamadas em vídeo.

Vídeo Chamada do WhatsApp
Isca: Realizar chamadas em vídeo pelo WhatsApp

Funcionamento: Antes de habilitar o suposto recurso, o usuário precisa encaminhar o link malicioso para dez amigos no WhatsApp. Depois, é preciso informar o número de telefone. No fim, a vítima verá mensagens que relatam problemas falsos no celular e que oferecem "atualizações de sistema" para "consertar" os danos, tentando assustar a vítima a ponto de ela efetuar o download. Segundo a Kaspersky Lab, essa tática é usada para promover "software suspeito de benefício limitado".

Prejuízo: Ter um programa suspeito instalado no celular. O aplicativo pode introduzir falhas, mostrar mensagens mentirosas sobre problemas no celular e até fazer cobranças para solucionar problemas que não existem.

 
 (...)

Golpe no WhatsApp promete promoção em passagens aéreas. (Foto: Divulgação/ESET)Golpe no WhatsApp promete promoção em
passagens aéreas.
 

Descontos e promoções de produtos e serviços
Isca: Cupons de desconto em restaurantes ou passagens aéreas de graça

Funcionamento: A vítima recebe de um contato o link para uma página com supostos cupons de desconto para produtos e serviços. Para ter acesso, ela precisa compartilhar o link com dez amigos ou três grupos. A vítima também precisa fazer o download de um aplicativo fraudulento - a página pode dizer que a promoção vai acabar dentro de poucos minutos para que se apresse para baixar o app falso -, além de fornecer o número do celular para que ele seja cadastrado em serviços "premium". A Kaspersky Lab detectou essa fraude oferecendo cupons de R$ 600 para passagens áreas da TAM. A fabricante de antivírus Eset encontrou ofertas para vales de R$ 50 em lanches no Burger King. As duas promoções são falsas.

Prejuízo: A vítima pode acabar com programas indesejados no celular, o que acarreta em redução de desempenho e bateria do celular, além de ser cadastrado em serviços pagos que de SMS que são cobrados na fatura ou descontados dos créditos.
(...)
Golpe no WhatsApp promete créditos para o celular.  (Foto: Divulgação/PSafe)Golpe no WhatsApp promete créditos para o celular.

Crédito para o celular
Isca: R$ 25 em créditos grátis para o celular pré-pago

Funcionamento: Você recebe uma mensagem (provavelmente encaminhada por um amigo) oferecendo R$ 25 em crédito para o seu celular. Caso clique no link, você terá que encaminhar a mensagem para os seus amigos ou grupos, exatamente como nas outras fraudes. No fim, é preciso informar o número do celular, o que pode resultar em um cadastro em serviços de SMS. O crédito, claro, jamais é ganho. Segundo a fabricante de antivírus PSafe, que descobriu o golpe, os golpistas criaram até um vídeo no YouTube para orientar as vítimas a realizar todos os passos corretamente.

Prejuízo: Perder ainda mais créditos com gastos com serviços de SMS indesejados. 


Então, fica a dica novamente, qualquer oferta que exija que você compartilhe um link com seus contatos, seja no WhatsApp ou no Facebook, é suspeita. Embora algumas ofertas sejam legítimas, é um truque muito comum entre os golpistas para que as próprias vítimas divulguem a fraude. Verifique bem a página, consulte o conteúdo dela e, no caso do Facebook, se ela possui a marca de "página verificada" ao lado do nome.

Fique também atento a qualquer SMS que informe que seu celular foi cadastrado em serviços. Como aplicativos em seu celular podem ter permissões para enviar e ler SMS, apps maliciosos podem realizar o cadastramento de maneira automática. Esses serviços podem ser cobrados na sua conta ou debitados dos seus créditos. Consulte sua operadora o quanto antes para evitar transtornos. Alguns desses serviços têm cobrança diária, depois você nem sabe porque seus crédito vão embora tão rápido. 

Para finalizar nossa linda matéria, leia com atenção essas dicas de ouro para não cair em nenhum desses golpes descritos acima e veja um infográfico com mais dicas:



Uma boa dica para se prevenir de golpes no WhatsApp é fazer algumas alterações nas configurações de privacidade. Você pode, por exemplo, limitar a visualização da sua foto de perfil e desabilitar o “visto por último”. Se for o caso, use o botão bloquear para evitar a abordagem de um contato desconhecido ou suspeito.



E sempre duvide de tudo que vier da internet, pesquise antes, questione as fontes dessas noticias, verifique no Google se essa noticia está sendo veiculada em outros sites e páginas oficiais dos informantes. O WhatsApp é um aplicativo de compartilhando de mensagens e não uma fonte confiável para informações de órgãos públicos ou grandes empresas privadas. 
  
Sempre questione aqueles textos enormes, sem data, com um ar alarmante ou até mesmo conspiratório sobre determinado tema, que cita até profissionais renomados em quaisquer que seja a área de atuação. Na verdade, essas são as mensagens mais falsas que correm pelo mensageiro.

Na dúvida, não clique em links, não compartilhe, nem mesmo termine de ler essas mensagens falsas, delete e viva feliz e de maneira saudável.

E então gostou? Então compartilhe nosso link para os amigos e os alerte também para não caírem nos boatos e golpes das redes sociais.

Fontes: 
Portal G1; Mundo das Tribos         

VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por