25 de fevereiro de 2016

Xiaomi Mi 5 chega com processador e câmera potentes no MWC 2016





Xiaomi Mi 5 chega com processador e câmera potentes no MWC 2016


Mi 5 é o novo top de linha da chinesa Xiaomi (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

O Xiaomi Mi 5 é oficial. A "Apple Chinesa", como é conhecida no Brasil, anunciou o top de linha com três versões diferentes durante a conferência no Mobile World Congress (MWC) 2016, nesta quarta-feira (24). O grande destaque do aparelho é o processador Snapdragon 820 com 4 GB de RAM que, de acordo com a empresa, é "mais rápido do que todas as pessoas podem imaginar".

Por fora, o Mi 5 tem acabamento semelhante ao do seu irmão mais velho: o Mi 4. Com tela de 5,15 polegadas, o dispositivo tem o corpo feito em vidro e cerâmica 3D, material que promete deixá-lo resistente a eventuais arranhões e quedas. Já a câmera traseira possui 16 megapixels e a frontal 4 megapixels. A novidade mesmo fica por conta da tecnologia de estabilização de imagens.

Câmeras
Durante o evento, o aparelho foi comparado ao iPhone 6S e iPhone 6S Plus , ambos reproduzindo vídeos em movimento. As imagens do celular da Xiaomi permaneceram firmes graças ao novo OIS (Optical Image Stabilization) de estabilização, enquanto que nos celulares da Apple não paravam de tremer.

Mi 5 promete vídeos com melhor estabilidade quando comparado aos iPhones 6S e 6S Plus (Foto: Reprodução /YouTube)


A câmera do aparelho traz o sensor Sony IMX298 com autofoco. Porém, o que chamou a atenção foi o recurso DTI, que separa os pixels como se tivesse uma parede entre eles. Ao isolá-los, o resultado é o destaque de cores, com fotos e tons mais realistas. Além disso, o Mi 5 traz o recurso de filmagem com qualidade 4K.

O Mi 5 tem câmera frontal de 4 megapixels (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)


Mais rápido e potente

Internamente, o Mi 5 é equipado com o recente Android 6.0 (Marshmallow), traz o processador Snapdragon 820 e 4 GB de RAM que, de acordo com a companhia, aproveita a performance do aparelho em até 100%. Com 128 GB de armazenamento, o dispositivo deixou de lado a tecnologia eMMC 5.0 e agora adota o UFS 2.0, que permite enviar dados numa velocidade até 87% maior. O aparelho acompanha o sensor de digitais que está localizado no botão Home na parte frontal.

O Mi 5 chegou com especificações técnicas poderosas (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)



O telefone é compatível com a conexão 4G+ que garante até 600 Mbps em velocidade de download. A tecnologia NFC, que permite a troca de informações entre dispositivos, também marca presença no Mi 5. Por fim, o top tem 3.000 mAh de bateria - muito mais do que o rival iPhone 6S (1715 mAh).

Design
O Mi 5 chega com três opções de cores: branca, preta e dourada. Na conferência, o vice-presidente da Xiaomi, Hugo Barra, fez questão de dar destaque à versão dourada, que apresenta acabamento único com efeito "holográfico". O aparelho, que mede 144,6 x 69,2 x 7,3 mm, possui corpo com bordas arredondas e não tem a câmera destacada como acontece com os rivais iPhone 6S e Galaxy S7.

Mi 5: o celular está disponível nas cores branco, dourado e preto (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)


Com o objetivo de explorar novos acabamentos, a fabricante utilizou a cerâmica 3D no corpo do celular. Segundo eles, o material é durável e resistente, além de ter textura confortável e não ser pesado. Aliás, o dispositivo é bem leve, mesmo com o vidro 3D: ele pesa 129 g. Para efeitos de comparação, o Mi 5 é 14 g mais leve do que o iPhone 6S, mesmo sendo maior.

Mi 5 é mais leve do que o iPhone 6S (Foto: Reprodução/YouTube)


O display tem 5,15 polegadas e resolução Full HD (1920 x 1080 pixels). O destaque da tela vai para a tecnologia que ilumina e melhora a qualidade das imagens. A companhia chinesa comparou o novo top com o Redmi Note 2 e o resultado positivo foi perceptível.

Mi 5 tem tela melhor que o Redmi Note 2 (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)


Preço e data de lançamento
O Mi 5 desembarca apenas na China e Índia, inicialmente. Ainda não há data de lançamento confirmada para o Brasil e o resto do mundo, porém, espera-se que seja em breve. A fabricante chinesa revelou três versões distintas com preços que podem agradar a diferentes tipos de bolsos. A edição mais básica, com 32 GB e 3 GB RAM, custa US$ 306 (R$ 1.212, de acordo com a cotação de hoje). A média, com 64 GB e 3 GB RAM, chega por US$ 351 (R$ 1.390). Por fim, a versão Pro, com 128 GB e 4 GB RAM, sai a US$ 413 (R$1.636).


VOLTE À PÁGINA INICIAL








Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por