4 de dezembro de 2015

COLUNA POLÍTICA: 0 Cunha atira a crise no colo de Dilma

 blogs de sao jose do Belmonte, noticias de sao Jose do belmonte, politica de sao Jose do belmonte, tribuna belmontense, tribuna belmonte,
A autorização dada por Eduardo Cunha para que a Câmara Federal instaure um processo de impeachment contra Dilma Rousseff agravou consideravelmente a crise política. A partir de agora, estão com a cabeça a prêmio a presidente da República e os presidentes da Câmara e do Senado. Dilma está acusada de crime de responsabilidade, em que pese a fragilidade jurídica da peça acusatória, o senador Renan Calheiros de suposto envolvimento na Operação Lava Jato e o deputado Eduardo Cunha de ter mentido à CPI da Petrobras ao negar que fosse proprietário de contas bancárias na Suíça. Cunha é, dos três atores, o que está mais próximo de ser defenestrado porque as provas que o incriminam são incontrastáveis. No entanto, agiu maquiavelicamente ao transferir da Câmara Federal para o Palácio do Planalto o foco da crise. Desde ontem, o foco deixou de ser Delcídio do Amaral e o próprio Cunha, e passou a ser a presidente da República.
Eduardo Cunha agiu maquiavelicamente ao transferir da Câmara para o Palácio do Planalto o foco da crise política
O triunfo do fisiologismo
Se o governo Dilma já estava fraco, fragilizou-se mais ainda depois que o processo de impeachment começou a tramitar na Câmara Federal. A partir de agora, as parcas energias que lhe restam deverão ser utilizadas para tentar salvar o seu mandato. Quem certamente estão radiantes são os deputados ditos “fisiológicos”, ora diante de um campo fértil para o “toma-lá-dá-cá”. A partir de agora, eles não aprovarão mais nada sem algum tipo de vantagem material.

Dívida – O tributarista pernambucano Heleno Torres (USP) surpreendeu ontem os participantes do XXVIII Congresso Nacional dos Tribunais de Contas, que será encerrado hoje no Sheraton da Reserva do Paiva, ao dizer que o passivo fiscal dos três níveis de governo (União, estados e municípios) já é de R$ 2 trilhões, sendo que apenas R$ 2 bilhões foram executados em 2014.
Adesão – Conforme já alertou o ex-presidente FHC, como o povo não sabe o que significa “pedaladas fiscais”, se não houver a “adesão das ruas” o impeachment de Dilma não passará.
Apoio - Camilo Santana (PT), governador do CE, articulou um manifesto dos governadores do Nordeste de apoio a Dilma, mas esqueceu de falar com Paulo Câmara. Foi desautorizado.
Chefia – Sílvio Costa (PSC) já foi escalado pelo governo para assumir na Câmara Federal o comando da “artilharia” que vai se contrapor ao pedido de impeachment de Dilma Rousseff
Líder – Quando Collor caiu em 1992, o vice-presidente Itamar Franco montou, rigorosamente, um governo de união nacional. Apenas o PT ficou de fora porque não teve interesse em participar. A taxa de inclusão foi tanta que o líder do governo na Câmara foi o deputado Roberto Freire (foto), cujo partido, à época, tinha apenas três parlamentares.
Balanço – O procurador da República Wellington Saraiva revelou ontem no Recife o balanço mais recente da Operação Lava Jato: 941 procedimentos, 35 acusações formais, 173 réus, 75 condenações em 1º grau, 360 mandados de busca e apreensão, R$ 2,4 bilhões recuperados, quatro acordos de leniência e 35 acordos de colaboração premiada.
Avanço - Avançou muito nas últimas 48 horas a possibilidade de o deputado Lucas Ramos ser o 2º candidato da Frente Popular à prefeitura de Petrolina. Para tanto, ele terá que sair do PSB, que já definiu o seu candidato: o também deputado Miguel Coelho. Na oposição, apenas uma candidatura está definida: o deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB). O deputado Odacy Amorim (PT) também se mexeu, mas depois tirou o time de campo.
Bengala – A extensão dos efeitos da PEC da Bengala para todos os servidores públicos terá reflexos imediatos nos tribunais de Pernambuco. O desembargador Pedro Paulo Nóbrega (TRT da 6ª Região) já havia requerido aposentadoria porque completou 70 anos no mês passado, mas como o ato não foi publicado continuará no TRT por mais cinco anos. O mesmo se dará com o desembargador Eduardo Paurá. Vai permanecer no TJ-PE até 2020.    notícias de são josé do belmonte,  politica de são josé do Belmonte, Belmonte política, Belmonte notícias,polícia Belmonte, polícia são José do belmonte, política de são José do Belmonte, são José do Belmonte, Belmonte, belmonte noticias blog, belmonte noticias 190,blogs de são Jose do Belmonte, blogs de são José do Belmonte, são José do Belmonte, tribuna Belmonte, tribuna belmontense,


VOLTE À PÁGINA INICIAL





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por