1 de novembro de 2015

Estudantes criam aplicativo que organiza texto com normas da ABNT

Yguaratã Cerqueira relata que já existem mais de mil pessoas utilizando o FastFormat

Yguaratã Cerqueira e dois colegas passaram os quatro últimos anos desenvolvendo o FastFormat

Após perceberem a dificuldade de aplicar as normas de formatação de textos acadêmicos aos softwares de edição que já existiam, três colegas da pós-graduação em Computação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) viram uma oportunidade. Segundo informações da assessoria de comunicação da Ufal, Yguaratã Cavalcanti, Bruno Melo e Paulo Silveira decidiram criar um aplicativo útil para estudantes e professores de todo o país e passaram os últimos quatro anos desenvolvendo FastFormat, disponível há dois meses de forma gratuita para o público.

Atualmente o software é capaz de facilitar a vida de interessados em produzir artigos de conferência e periódicos, trabalhos de conclusão de curso, monografias, dissertações e teses de quaisquer instituições, que tenham como referência a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Ex-aluno de graduação do Instituto de Computação (IC) da Universidade Federal de Alagoas, Yguaratã garante que, com o passar do tempo, as especificidades de cada instituição estão sendo atendidas. Além de universidades, como a Ufal e a Universidade São Paulo (USP), vários periódicos estão sendo contemplados pela iniciativa, como por exemplo, a Revista Acta de Enfermagem, American Psycological Association, e a Sociedade Brasileira de Computação.

Dentro do programa, o usuário trabalha a partir de modelos prontos, chamados templates, que permitem ao usuário a troca de conteúdo, com apenas alguns cliques. “Também tivemos o cuidado de desenvolver o FastFormat de maneira que o usuário não se sinta preso à nossa solução. O documento produzido pelo FastFormat pode ser exportado para vários outros softwares, como Word, Open Office e LaTeX. Isso é um compromisso que assumimos desde o início”, enfatizou Yguaratã, em entrevista concedida à Ufal.

Serviços em desenvolvimento

O software está temporariamente gratuito para os usuários, mas à medida que ele for sendo desenvolvido, serão estabelecidos preços de acordo com o nível de utilização do usuário. “Estamos constantemente dando manutenção nos templates e inserindo novos. Caso o usuário não encontre um template que satisfaça as suas necessidades, basta solicitar a inclusão de um novo, via funcionalidade do próprio FastFormat. Assim que o template for incluído, o usuário será notificado”, garantiu Yguaratã.

Ele ainda ressalta que outras melhorias estão sendo previstas, como as funcionalidades de revisão de textos e a possibilidade de criação de templates pelos próprios usuários. “Essa última vai demorar um pouco mais para vir a público, pois existem aspectos que tornam a criação automática de templates bastante complexa”.

Há também planos de fornecer cursos e materiais para ajudar o usuário na produção científica. Por hora, os programadores já disponibilizam um blog, que fornece tutoriais e dicas de escrita científica.notícias de são josé do belmonte,  politica de são josé do Belmonte, Belmonte política, Belmonte notícias,polícia Belmonte, polícia são José do belmonte, política de são José do Belmonte, são José do Belmonte, Belmonte, belmonte noticias blog, belmonte noticias 190,blogs de são Jose do Belmonte, blogs de são José do Belmonte, são José do Belmonte, tribuna Belmonte, tribuna belmontense,


VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por