16 de outubro de 2015

Transposição do Amazonas amenizaria seca no Nordeste


Com a ideia de trazer água do Rio Amazonas para o Nordeste, o superintendente da Rádio Farol FM, de Taquaritinga do Norte, Geo Caldas, criou um movimento nas Redes Sociais em prol da transposição do Rio Amazonas para o semiárido nordestino.
O Rio Amazonas tem uma vazão na estiagem de 200 mil metros cúbicos por segundo. Na enchente, a vazão vai para 600 mil metros cúbicos por segundo, isto quer dizer que são jogados 200 milhões de litros de água doce por segundo no oceano atlântico, meio por cento dessa vazão resolve definitivamente a seca do semiárido nordestino. O procedimento seria feito com uma tubulação de 2.000 mil quilômetros e uma bomba de recalque, o que levaria esta água para o Nordeste.

O processo é possível e já foi realizado em 1930, na Califórnia, quando o Estado fez a transposição em um trecho de 2.500 quilômetros e tornou a área um dos maiores celeiros de alimentos do mundo.
O movimento, formado basicamente por vídeos de informação no Facebook, já conta com 8 mil visualizações e 700 compartilhamentos. No dia 15 de novembro, feriado da Proclamação da República, às 10 horas da manhã, será realizado o primeiro debate sobre o tema. O evento acontecerá na cidade de Toritama, no Agreste pernambucano.   notícias de são josé do belmonte,  politica de são josé do Belmonte, Belmonte política, Belmonte notícias,polícia Belmonte, polícia são José do belmonte, política de são José do Belmonte, são José do Belmonte, Belmonte, belmonte noticias blog, belmonte noticias 190,blogs de são Jose do Belmonte, blogs de são José do Belmonte, são José do Belmonte, tribuna Belmonte, tribuna belmontense,



VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por