24 de outubro de 2015

PSB critica a política econômica do governo federal

O PSB usou o seu programa partidário na noite da última quinta-feira em na rede nacional de rádio e TV, para atribuir a crise política e econômica que o País enfrenta a “medidas equivocadas” e “mentiras eleitoreiras” do Governo. Deixou claro e de forma contundente que a gestão Dilma Rousseff "não tem planos para o País."
Com dez minutos de duração, o vídeo exibiu declarações de representantes da legenda. Um locutor fez diversas críticas à gestão da presidente Dilma (PT) em áreas como infraestrutura, energia elétrica, saúde e educação. “Por que o Brasil está em crise? O Brasil está em crise porque, ao contrário dos brasileiros que fazem sua parte, o governo não faz a dele”, pregou.

Para acrescentar: “O governo não tem um plano para o país. […] Que resultados podemos esperar de um governo assim? Medidas equivocadas e mentiras eleitoreiras. Um erro após o outro. E a crise transformou nossos sonhos em pesadelo”.  O PSB compôs o Governo de 2003 a 2013 – período que compreende os dois mandatos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Mas deixou a base aliada quando o ex-governador Eduardo Campos decidiu disputar as eleições para a Presidência da República, vindo a morrer após acidente aéreo em Santos (SP) durante a campanha eleitoral. No programa partidário, o PSB afirmou que, nos 13 anos no poder, o atual Governo não fez as reformas estruturais que a sociedade exige e “nunca olhou para a educação como pilar do desenvolvimento”.
 Em outro trecho, atribuiu a crise a “erros feios” do Governo na condução da política energética, argumentando que as empresas do setor pararam de investir e tiveram prejuízo porque o Governo reduziu tarifas e “represou” preços, o que fez a conta de luz subir nas residências.
“O Brasil vive uma recessão como só vista em 1931, a dívida pública explodiu e agora a inflação saiu do controle. Um dos motivos da crise atual foi o Governo errar tão feio na política energética e, numa manobra eleitoreira, o governo reduziu as tarifas e represou preços, desorganizando a economia”, afirmou a mensagem do PSB.
Ao dizer que povo acha “ruim” e os bancos “adoram” os juros, o PSB afirmou que em 2015 a previsão do Governo é pagar R$ 500 bilhões em juros, “desperdício que poderia custear o Bolsa Família.” “Infelizmente, a recessão está aí e, em 2016, o desemprego vai continuar. E o Governo ainda quer criar mais impostos, sem fazer as reformas estruturais que o Brasil tanto precisa, ameaçando os pilares da estabilidade econômica. A legenda encerrou o programa fazendo menção aos “ideais” de Eduardo Campos, Miguel Arraes e João Mangabeira.
O SALVADOR– Em nome do ex-presidente Lula, que faz lobby aberto para entregar a economia a Henrique Meirelles, os petistas pedem a cabeça do ministro Joaquim Levy (Fazenda), mas ele trabalha para salvar o Governo Dilma. Suas dores de cabeça são aprovar a DRU, a repatriação e, se der, a CPMF. Levy já alertou o ministro Jaques Wagner (Casa Civil) que a situação está ficando dramática. Levy foi até o vice-presidente Michel Temer. Ele está apreensivo com a paralisia e a letargia do Congresso.
A grande pizza– O vice-líder da oposição na Câmara, Raul Jungmann (PPS) criticou duramente o relatório da CPI da Petrobras aprovado quarta-feira passada, que não citou nenhum político envolvido no esquema de corrupção e desvios na Petrobras investigado pela Operação Lava Jato. “O relatório é lamentável, um desrespeito à inteligência do cidadão brasileiro. Estou profundamente desapontado, envergonhado e espantado. É triste e revoltante ver tanto dinheiro e tempo investidos para que no final da CPI tenha-se um resultado tão decepcionante, frustrante", afirmou.

Corte em programa– O líder da minoria da oposição na Câmara dos Deputados, Bruno Araújo (PSDB) disse que as lideranças oposicionistas estão dispostas a não aprovar o corte de R$ 10 bilhões do programa Bolsa Família proposto pelo relator do Orçamento geral da União de 2016, deputado Ricardo Barros (PP-PR). "A Oposição vai repelir com muita firmeza a manobra do Governo Dilma de cortar R$ 10 bilhões do programa Bolsa Família em 2016", afirmou.
Baixando o tom– Na próxima semana, em reunião do Diretório Nacional, o PT deve aliviar o discurso mais duro contra o ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Internamente, há o reconhecimento que o presidente do PT, Rui Falcão, passou do ponto ao dar um ultimato a Levy com a afirmação de que ele deveria sair se não mudasse a política econômica. Embora as críticas ao ministro Levy sejam consenso no PT, Rui Falcão acabou provocando uma reação da presidente Dilma Rousseff, em defesa do seu ministro e da política econômica.
O calo de Cunha– O vice-líder do Governo na Câmara, Silvio Costa (PSC), protocolou pedido para que o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), seja imediatamente afastado do cargo. O documento foi entregue na Procuradoria Geral da República, comandada por Rodrigo Janot. O parlamentar assegura que Cunha está se utilizando de seu cargo de presidente e do regimento interno da Câmara para barrar as investigações contra ele.


CURTAS 
COBRANÇA– O vaivém do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a respeito de um eventual processo de impeachment paralisa o país. No governo, cresce a avaliação de que essa indefinição do peemedebista piora a economia e de que seria preciso uma sinalização clara do presidente da Câmara sobre o tema.
ALÔ, TORITAMA! – Na maratona de lançamentos do meu livro Perto do coração estarei, na próxima terça-feira, em Toritama, a capital do jeans. A noite de autógrafos será no Toritama Golden Hotel, a partir das 19 horas. Na quarta-feira em estarei em Orobó, na quinta-feira em Carpina e na sexta-feira em Cumaru.


Perguntar não ofende: Ao segurar Levy, Dilma abriu mais uma frente contra seu padrinho Lula? 
notícias de são josé do belmonte,  politica de são josé do Belmonte, Belmonte política, Belmonte notícias,polícia Belmonte, polícia são José do belmonte, política de são José do Belmonte, são José do Belmonte, Belmonte, belmonte noticias blog, belmonte noticias 190,blogs de são Jose do Belmonte, blogs de são José do Belmonte, são José do Belmonte, tribuna Belmonte, tribuna belmontense,


VOLTE À PÁGINA INICIAL





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por