26 de outubro de 2015

Ex-mulher de policial mata amiga do ex-marido e é morta pela polícia



Ambas chegaram a ser socorridas para hospitais, mas não resistiram. Caso aconteceu em hotel no Grande Recife, onde agente morava.

A ex-mulher de um agente de polícia matou uma amiga do ex-marido e foi morta por um policial militar que tentava evitar o crime. Tudo aconteceu dentro de um hotel de luxo em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, na tarde deste domingo (25). O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Segundo a delegada Gleide Ângelo, a confusão começou por volta do meio-dia na piscina do hotel, que fica em Piedade, na Avenida Bernardo Vieira de Melo. O agente de polícia estava ali, conversando com a amiga, quando a ex-mulher chegou. "Ela começou a discutir com a amiga e ele, assustado, saiu para pedir ajuda à Polícia Militar", conta.

Quando ele voltou com quatro policiais militares, no entanto, as mulheres já estavam trancadas em um quarto do hotel. Ao que tudo indica, a ex-mulher estava fazendo a outra de refém. Os policiais ainda tentaram negociar, para que elas saíssem dali. Mas, quando a porta ia abrir, ouviu-se um tiro.

"A amiga caiu, baleada as costas. E a ex-mulher apareceu apontando a arma para a mulher e para os policiais. Para evitar o crime, um PM atirou nela", conta a delegada Gleide Ângelo. "Acredito que a amiga tentou ir embora correndo, mas quando abriu a porta foi baleada", completa.

A vítima foi socorrida à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Barra de Jangada, mas não resistiu ao ferimento e morreu. A ex-mulher também foi socorrida com vida. Ela foi atingida entre o ombro e o peito e foi levada para o Hospital da Aeronáutica, no Recife. Depois, foi transferida para o Hospital da Restauração, onde morreu.

A polícia está ouvindo os policiais e os familiares da vítima no DHPP, na Zona Oeste do Recife, na noite deste domingo. Depois, o caso será encaminhado para o DHPP de Jaboatão dos Guararapes. Segundo Gleide Ângelo, ainda não se sabe de quem era a arma usada pela ex-mulher do policial.

"Fizemos perícia e exame de balística. Vamos esperar o resultado e investigar", disse, admitindo que a principal linha de investigação é a passional. "Houve precedentes de outras brigas e de que ela não aceitava o fim do relacionamento", conta Gleide.

Segundo a polícia, os dois haviam se separado há duas semanas, apos três anos de casamento. O DHPP ainda contou que o agente de polícia morava no hotel em que aconteceu o crime. A ex-mulher dele também havia residido no local e tinha 28 anos. Já a amiga do policial tinha 25.

Gleide Ângelo contou que amiga foi ferida nas costas
ao tentar fugir. Para evitar novo disparo, PM atirou na
ex-mulher do agente (Foto: Marina Barbosa / G1)
notícias de são josé do belmonte,  politica de são josé do Belmonte, Belmonte política, Belmonte notícias,polícia Belmonte, polícia são José do belmonte, política de são José do Belmonte, são José do Belmonte, Belmonte, belmonte noticias blog, belmonte noticias 190,blogs de são Jose do Belmonte, blogs de são José do Belmonte, são José do Belmonte, tribuna Belmonte, tribuna belmontense,


VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por