28 de outubro de 2015

Coluna Política


FIEL DA BALANÇA– O fator decisivo nas eleições em Caruaru atende pelo nome de Tony Gel. Deputado estadual, filiado ao PMDB, o parlamentar mantém um silêncio estratégico. Nunca assumiu a condição de candidato a prefeito nem tampouco confirmou que pode se atrelar ao projeto da deputada Raquel Lyra. Num entendimento com os Lyra, Gel indicaria o candidato a vice e em 2018 teria apoio do grupo para disputar um mandato de deputado federal. O nome mais cotado a vice seria o do seu filho Toninho Rodrigues.


Entre tapas e beijos– A harmonia que transparece nos encontros públicos e amplamente registrada ao longo das duas campanhas eleitorais não é mais a mesma entre a presidente Dilma e seu padrinho político, o ex-presidente Lula. Os dois têm divergido claramente sobre a condução da economia e a atuação dos órgãos de investigação do Governo. Discussões ásperas já aconteceram tanto em reuniões no Palácio da Alvorada como também recentemente num telefonema.
No páreo em São José– Rompido com o prefeito de São José do Egito, Romério Guimarães (PT), para quem foi decisivo na sua eleição em 2012, o ex-deputado José Marcos de Lima (PR) já comunicou sua candidatura a prefeito ao ex-deputado Inocêncio Oliveira e ao secretário de Transportes, Sebastião Oliveira. É o segundo nome da oposição a ser confirmado. Ex-prefeito por dois mandatos, Evandro Valadares (PSB) já está em campanha.

Jarbas 2016– Depois de promover dois jantares para a bancada federal em Brasília, o deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB) resolveu abrir as portas da sua casa de praia no Janga, no próximo dia 7, para os 25 representantes do Estado na Câmara dos Deputados. A movimentação política do velho cacique tem tudo a ver com uma possível disputa à Presidência da Câmara, num cenário de cassação de Eduardo Cunha, ou a especulada e não negada candidatura a prefeito do Recife.

CURTAS 
TÁ IRADO– O Palácio do Planalto enviou emissários para tentar fechar uma conversa entre o ex-presidente Lula e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Interlocutores do ex-presidente relatam a irritação dele com à nova fase da Operação Zelotes. Foram realizadas buscas e apreensões em uma empresa de um filho de Lula, Luís Cláudio Lula da Silva.
ALÔ, OROBÓ! – Na maratona de lançamentos do meu livro Perto do coração estarei, hoje, em Orobó, na Câmara de Vereadores, a partir das 19 horas. Amanhã, a noite de autógrafos acontece em Carpina, também na Câmara Municipal, e na sexta-feira em Cumaru, desta feita no Clube Municipal, às 19 horas. Blog do Inaldo Sampio.
O governo cai mas a oposição não sobe Aécio Neves, principal líder de oposição do país, tem apenas 13,7% das intenções de voto espontâneos para a eleição presidencial de 2018
Dois institutos de pesquisa divulgaram números nos últimos dois dias sobre a avaliação do governo Dilma e dos políticos que lhe fazem oposição. Em relação ao governo não há novidades. É reprovado por 70% dos brasileiros (Instituto MDA) e aprovado por 8,8%. Se novidade há no levantamento é o fato de a presidente da República ter aparecido estacionária em relação à pesquisa anterior do último mês de julho, ou seja, parou de cair. Em relação à oposição as novidades são muitas. Na chamada “pesquisa espontânea”, em que o entrevistador não cita o nome dos prováveis candidatos a presidente de 2018, deixando que o entrevistado revele espontaneamente o de sua preferência, o senador Aécio Neves, principal líder da Oposição, tem apenas 13,7% de intenções de voto (era para estar com pelo menos 50%). E o que é pior: na pesquisa do Ibope ele aparece com uma taxa de rejeição de 47%.
A briga das Polícias
Foi no 1º governo Jarbas (1999-2002) que se deu em Pernambuco a unificação das Polícias Civil e Militar. Cada qual continuou com sua identidade, mas sob comando único do Secretário de Defesa Social. Lá se foram 16 anos e elas continuam brigando. A Civil, por exemplo, defende a “desmilitarização” da PM. No mundo inteiro existe a “Polícia”. Mas no Brasil há a PM, a PC, a PF, a PRF, a Guarda Municipal e, em muitos grotões, o “Inspetor de Quarteirão”.
CPMF – O governo Dilma fechou ontem um acordo com as entidades que representam os prefeitos em torno da CPMF. 0,2% do imposto do cheque ficariam com a União, 0,09% com os Estados e 0,09% com os municípios. Até a última 6ª feira, a Frente Nacional dos Prefeitos defendia que 100% desses recursos fossem destinados à Saúde e, o governo, à Previdência.
Debate – Joaquim Francisco (PSDB) vai palestrar no dia 6/11, no auditório da Faculdade Maurício de Nassau, sobre os 15 anos da Lei de Responsabilidade Fiscal, da qual foi relator.
OGU – O ex-deputado Severino Ninho (PSB) foi um dos homenageados pela OGU por ter apoiado a PEC que vincula a remuneração dos seus membros à dos ministros do STF.
Título – A Câmara de Olinda aprovou ontem por unanimidade projeto do vereador Jorge Federal (PMDB) concedendo o título de cidadão a Aécio Neves. A entrega será em 26/11.
Papel – Recluso em Araripina, onde foi prefeito duas vezes, o ex-deputado Emanuel Bringel entende que o deputado Antônio Moraes cumpre muito bem, como presidente regional do PSDB, o papel de líder que foi exercido por Sérgio Guerra. Quando Guerra morreu, diz ele, o partido “virou um corpo sem cabeça, mas hoje voltou a existir”.
Novo – Izabel Urquiza (PSDB) não aceita que o deputado Ricardo Costa (PMDB) se apresente aos eleitores de Olinda como “o novo” porque na eleição de 2012 ele apoiou a reeleição do prefeito Renildo Calheiros (PCdoB). São sequelas da briga pelo controle do PMDB municipal, que foi vencida pelo parlamentar no âmbito na executiva estadual.
Água – Promessa do Governo do Estado à prefeita Débora Almeida (PSB), a barragem de São Bento do Una começou finalmente a sair do papel. A licitação foi realizada pelo Regime Diferenciado de Contratação (RDC) e a empresa vencedora foi do Ceará (Getel) com uma proposta de R$ 54.668,687,59. São Bento tem aproximadamente 50 mil habitantes e há cerca de meio século reclamava a construção dessa barragem no leito do rio Una.
Natal – Como Gravatá não deu seguimento ao projeto, iniciado na gestão do prefeito Ozano Brito (PSB), o “Natal Luz” de 2015 caiu no colo de Garanhuns. O prefeito Izaías Régis (PTB) divulgou ontem a grade da programação, que irá de 20 a 31 de dezembro, com 76 atrações. Garanhuns já tem o Festival de Inverno, o Festival de Jazz, o Festival “Viva Dominguinhos” e agora o Natal Luz. Ainda faltam o da Seresta e o da Jovem Guarda. Fonte: Coluna Fogo Cruzado, Blog do Inaldo Sampaio.  notícias de são josé do belmonte,  politica de são josé do Belmonte, Belmonte política, Belmonte notícias,polícia Belmonte, polícia são José do belmonte, política de são José do Belmonte, são José do Belmonte, Belmonte, belmonte noticias blog, belmonte noticias 190,blogs de são Jose do Belmonte, blogs de são José do Belmonte, são José do Belmonte, tribuna Belmonte, tribuna belmontense,

VOLTE À PÁGINA INICIAL





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por