23 de setembro de 2015

Governo de Pernambuco vai substituir garrafão de água por purificador


A Secretaria de Administração (SAD) irá publicar em breve uma Ata de Registro de Preço para a locação de purificador de água para todo o Estado. A substituição dos garrafões pela nova solução de fornecimento de água deve gerar uma economia anual de R$420 mil.
“Além da economia, o novo modelo vai contribuir com a preservação do meio ambiente, evitar o desperdício e otimizar a prestação do serviço nos órgãos públicos”, justifica o secretário Milton Coelho.
O uso de purificadores de água tem-se intensificado bastante no país e alguns estados já adotaram a iniciativa.

Tal movimento dá-se em grande parte pela economia e pela praticidade, dada necessidade de substituição frequente dos garrafões – o que gera custo, e o relativo esforço necessário ao seu manuseio, que impede que pessoas com qualquer limitação física possam substituí-los.
Outro aspecto que vem colaborando com esta migração é a evolução tecnológica dos aparelhos, que permitem atualmente, a disponibilização de água sem a alteração de sabor proporcionada pelos antigos modelos, mantendo, portanto, na água, sua desejável insipidez.
Em termos logísticos existem avanços haja vista que algumas áreas da cidade não permitem o trânsito de caminhões de grande porte ou permitem apenas em horários predeterminados, o que inviabiliza entregas emergenciais.
Outro fator importante é a higiene, posto que por este método não há possibilidade de contato com a água. Com o uso do purificador também será descartada a reserva de espaço para armazenamento de garrafões, evitando assim procedimentos equivocados na guarda deste material, eliminando o comprometimento da água acondicionada.
A empresa contratada deverá realizar a manutenção corretiva e preventiva, incluindo procedimentos de instalação do equipamento e substituição periódica dos filtros para garantir a higienização da água.
A água purificada elimina as bactérias, reduz a hipertensão – já que o processo elimina os sais e cloretos presentes na água, elimina impurezas, odores e o gosto de cloro, e é enriquecida com cálcio e magnésio.
ECOATA – A Secretaria de Administração tem realizado uma série de iniciativas no sentido de fomentar as compras governamentais sustentáveis.
Criou, através de um Plano Operativo da Gerência de Compras Corporativas, o conceito de ECOATAS (Atas de Registro de Preços Corporativas exclusivamente voltadas à contratação de itens com critérios objetivos de sustentabilidade, definidos pelo Decreto 42.066, de 26 de agosto de 2015).
“Tais Registros de Preços disponibilizarão para todo o Estado itens sustentáveis tais como: materiais de expediente, papel A4 reciclado, lâmpadas LED, eletrodomésticos com baixo consumo de eletricidade, além de quaisquer produtos cuja utilização tenha um impacto direto, contundente e que venha ao encontro da construção de uma cultura de consumo responsável na administração pública. A ata de registro de preço de purificadores de água reúne diversas características que a enquadram como ECOATA”, garante o gerente de Compras Corporativas do Estado, Leonardo Carneiro.
Para evidenciar a necessidade de priorização de contratações de itens sustentáveis, a SAD realizou recente adequação no Cadastro de Materiais e Serviços do eFisco, criando um grupo específico para a inclusão destes materiais.
“Esta iniciativa facilitará a localização destes itens para os compradores do Estado realizarem suas compras em alinhamento com as determinações do Decreto (42.066, de 26 de agosto de 2015). Os itens de ECOATAS serão todos cadastrados neste Grupo exclusivo, que sinaliza a importância dada pelo estado de Pernambuco ao tema sustentabilidade”, completa Leonardo.

VOLTE À PÁGINA INICIAL





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por