28 de agosto de 2015

CASO LUCIANO: Policial acusado de assassinar colega de trabalho pode responder em liberdade

O policial Phares Silva, acusado de assassinar com cinco tiros na cabeça o colega de trabalho Luciano Bezerra, na madrugada de 27 de julho deste ano, em Triunfo, pode responder pelo crime em liberdade. 

O delegado responsável, Olegário Filho, vai emitir um relatório final sobre o caso que será anexado ao inquérito, dessa vez, contendo o depoimento do acusado. Depois disso, o processo será encaminhado à Justiça. A defesa de Phares, a partir daí, pode tentar tirá-lo da cadeia antes mesmo do julgamento, através de um habeas corpus, levando-o a responder em liberdade.

Após 25 dias desaparecido, Phares Silva se entregou na Delegacia de Salgueiro acompanhado de um advogado na noite de 22 de agosto. O delegado Olegário Filho tomou o depoimento do policial na última terça-feira (25) depois de escutar, pelo menos, oito pessoas no inquérito, entre elas, familiares, amigos e testemunhas que presenciaram o assassinato de Luciano Bezerra. A comarca de Triunfo chegou a expedir mandado de prisão preventiva contra Phares, que aguarda o andamento legal do caso no presídio de Salgueiro. O inquérito também contém os depoimentos dos dois policiais civis que presenciaram o crime naquela noite. Farol de notícias



VOLTE À PÁGINA INICIAL





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por