4 de julho de 2015

Jovem da Paraíba com mais de 400 kg tenta cirurgia bariátrica em PE



Carlinhos tem 28 anos e sofre de obesidade mórbida desde os 15. Jovem também tem problemas mentais e compulsão por comida.


Um jovem paraibano que pesa 400kg está tentando passar por uma cirurgia bariátrica. Carlos Antônio dos Santos Freitas, de 28 anos, mora em Patos, no sertão da Paraíba, e deve viajar nesta segunda-feira (6) para Recife, em Pernambuco, onde deve iniciar o acompanhamento médico para perder peso e, só então, poder passar pela cirurgia. Por causa do peso, Carlinhos, como é conhecido, não consegue se deitar ou andar e vive há mais de dois anos sentado no chão da sala da casa.

De acordo com a mãe de Carlinhos, Cacilda Patrocínio dos Santos, desde criança que ele já apresentava aumento no peso, mas a situação se tornou crítica a partir da adolescência. “Depois dos 15 anos que ele foi notando que foi ganhando peso muito rápido”, disse. Cacilda ainda explica que o caso de Carlos Antônio tem um agravante pois ele sofre de problemas mentais e tem uma séria compulsão por comida. “Ele pede comida de instante em instante. Se eu fosse dar, ele não estava mais nem aqui”, comenta.

Com a obesidade, o jovem começou a desenvolver uma série de problemas de saúde. De acordo com o médico Pedro Augusto Dias, que acompanha o caso há cinco anos, Carlinhos tem diabetes, pressão alta, problemas respiratórios, de pele e urinários. Sempre que o jovem tem uma piora no estado de saúde, é levado para o Hospital Regional de Patos, mas a unidade não está preparada para atender o paciente. Em uma das vezes, para que ele fosse atendido, uma porta teve que ser quebrada.

“Nós tínhamos uma enfermaria de quatro leitos que estava desocupada. Quebramos a porta porque não dava para ele entrar. Nós quebramos a parede e improvisamos umas camas, porque o nosso hospital não é referência para este tipo de paciente”, explicou Higia Trigueiro, diretora da unidade hospitalar.

O médico de Carlinhos explica que por causa dos problemas do jovem, fazer a cirurgia bariátrica pode ser complicado. “O tratamento definitivo da obesidade é muito complicado em função deste problema mental dele. Para fazer a cirurgia, é preciso se adaptar muito. Precisa perder peso antes de entrar na sala de cirurgia, tem que perder em média 10% do peso inicial para entrar na sala, isso para dar segurança à equipe médica para que, durante o procedimento, você não tenha nenhuma complicação”, disse Pedro Augusto.

Carlinhos já tentou passar pelo procedimento outras duas vezes, em João Pessoa, mas não conseguiu perder peso o suficiente para realizar a cirurgia porque reage com agressividade à dieta. Por causa do sofrimento da família, uma vizinha decidiu gravar um vídeo e divulgar nas redes sociais para buscar ajuda. O vídeo circulou pelo país e, por conta da ação, o jovem conseguiu um tratamento, que será feito no Hospital Universitário Oswaldo Cruz, em Recife. Para conduzir o paraibano até a cidade de Recife, foi montada uma força-tarefa, envolvendo Secretaria de Saúde, Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária Federal, que está adaptando um veículo que tenha condições de levá-lo, já que nenhuma ambulância ou viatura tem essa capacidade.

Com a chance, o próprio Carlos Antônio já faz planos de melhorar a vida. “Eu queria emagrecer porque eu só queria estar no meu quarto, sossegado, fazendo as minhas coisas e tudo tranquilo e normal. Também queria trabalhar, meu sonho é trabalhar. Enquanto isso, sigo em paz e com saúde e Deus no coração”, concluiu o jovem.

>

VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por