9 de julho de 2015

Ingazeira: Grupo de mulheres de Bonsucesso se organiza na busca por direitos



A associação de Mulheres de Bomsucesso, formada por 22 associadas, do Município de Ingazeira em Pernambuco, vem proporcionando ao longo dos 5 anos de existência, mudanças na vida das mulheres. A autonomia para saírem de casa, a participação em intercâmbios, as trocas de experiências e saberes, tornaram realidade na vida das agricultoras de Bom Sucesso.

A busca por direitos trouxeram muitas conquistas, entre elas, está a participação da Associação no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Governo Federal. Elas vendem ovos, queijo, polpa de frutas, verduras e galinha de capoeira, bolo, entre outros produtos da agricultura familiar. Ao se organizarem coletivamente vem proporcionando melhorias em suas comunidades, como a construção de cisternas de 16 mil litros, que garante água de qualidade para beber e cozinhar, e a construção dos fogões agroecológicos.

“Entre as conquistas do grupo é a chegada do fogão agroecológico. Eu faço muito bolo e doce para entregar ao PAA, e não preciso mais utilizar o gás para cozinhar. Através do fogão agroecológico, estou mostrando aos meus vizinhos a importância da preservação da Caatinga, fazendo o uso racional da lenha. Eles me visitam para conhecer a tecnologia e multiplicar essa ideia”, disse Maria Suely, agricultora da comunidade de Bom Sucesso.

Algumas integrantes da Associação de Mulheres de Bom Sucesso fazem parte do Projeto Mulheres na Caatinga, que desde 2013 tem trabalhado com a comunidade. É notória a consciência ecológica e a preocupação que as mulheres demonstram com a preservação do Bioma Caatinga e a sustentabilidade de sua comunidade. “As Mulheres precisam se organizar, porque só com muita luta conseguiremos nossos objetivos de estrutura, renda e reconhecimento. Nossa associação já conseguiu muitas conquistas e não foi esperando pela boa vontade dos homens, foi com coragem e determinação”, conta a agricultora Margarida Rodrigues da Costa, presidente da Associação.

O Mulheres na Caatinga, projeto executado pela Casa da Mulher do Nordeste, patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, visa fomentar ações de enfrentamento à desertificação, priorizando a preservação da biodiversidade da Caatinga e seu manejo sustentável. O segredo do sucesso dessas mulheres está no trabalho coletivo que proporciona melhorias na comunidade, segurança nas tomadas de decisões, preservação ambiental, aumento da autoestima e independência financeira.



VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por