2 de junho de 2015

Universitária depõe sobre desaparecimento; pai diz que caso "está longe de ser crime"


Estudante sumiu por quatro dias. Exames não apontaram violência ou abuso sexual

A estudante de Direito Vaniela Oliveira, que passou quatro dias desaparecida, prestou depoimento à Polícia Civil na tarde desta segunda-feira (1º). O conteúdo dos relatos feitos ao longo de quatro horas à delegada Gleide Ângelo, da Delegacia de Desaparecidos e de Proteção à Pessoa (DDPP), não foi revelado nem pela jovem nem pela investigadora. Entretanto, na saída da unidade policial, que fica no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, o pai de Vaniela, Daniel Gomes, declarou que o sumiço da universitária "está longe de ser isso", se referindo a um sequestro.

Conforme a delegada que investiga o caso, a expectativa é de que, ainda esta semana, haja avanços significativos nas investigações, já que era essencial ouvir da própria jovem o que ocorreu ao longo do tempo em que não se tinha notícias sobre seu paradeiro. Na noite do sábado (30), quando reapareceu, Vaniela estava muito abalada e não conseguiu passar informações consistentes na delegacia. Por isso, ela foi para casa e, de acordo com familiares, passou os períodos da manhã e da tarde dormindo.

Leia mais:

Polícia investiga desaparecimento de estudante de direito


Na manhã desta segunda, durante entrevista coletiva à imprensa, a delegada Gleide Ângelo contou que Vaniela estava limpa e alimentada quando foi encontrada. Também foi confirmado que os exames sexológico e traumatológico a que a universitária se submeteu tiveram resultados normais, o que descarta a possibilidade de abuso sexual ou agressão.

O caso
A estudante da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) tinha sido vista pela última vez ao sair de casa, no bairro do Ibura, na Zona Sul do Recife, na última quarta-feira (27). A jovem de 26 anos informou que iria ao Fórum de Jaboatão dos Guararapes para resolver trâmites para a empresa onde trabalha. No mesmo dia, ela faria uma prova na faculdade, mas não compareceu. Com o desaparecimento da estudante, a família criou uma campanha no Facebook para obter informações sobre o paradeiro da universitária. Vaniela foi encontrada em um trecho da BR-101, em Jaboatão, e foi amparada por moradores da região, que informaram que ela foi deixada por um carro não identificado.Folha-PE




VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por