30 de junho de 2015

O deputado Rogério Leão fez hoje, na Assembleia Legislativa, um pronunciamento emocionado em homenagem aos 122 anos de São José do Belmonte.



Excelentíssimo senhor presidente; colegas deputados e deputadas; senhoras e senhores.

Estive no último dia 26 de junho presente a festa em comemoração aos 122 anos da minha cidade natal, a querida São José do Belmonte. São José do Belmonte tornou-se distrito em 24 de abril de 1873, foi elevada à categoria de vila em 26 de junho de 1893 - data de criação do município, desmembrado do município de vila bela, hoje Serra Talhada. Em 31 de dezembro de 1943, Belmonte teve o nome mudado para Maniçoba e, em 7 de dezembro de 1953 passou à denominação de São José do Belmonte.

O município tem como distritos Bom Nome, Carmo, Serrote e Jatobá; possui uma população estimada de 34.000 habitantes; faz fronteira com os estados da Paraíba e ceará; tem como principal atividade econômica o comércio varejista e a agropecuária de subsistência. Embora se localize na região do semiárido pernambucano, o município está inserido nos domínios da bacia hidrográfica do rio pajeú e possui um excelente lençol freático.

Nossa cidade é bastante conhecida pela tradicional festa da Cavalgada a Pedra do Reino, que por um projeto de lei apresentado por mim e aprovado pelos nobres pares desta casa, agora faz parte do calendário oficial do estado de Pernambuco.

A tradicional festividade se inicia na última semana do mês de maio na sede do município e culmina com a cavalgada até a Pedra do Reino na serra do Catolé. O espaço, que já esteve entre os finalistas do prêmio das sete maravilhas de Pernambuco, foi palco, em 1938, do "movimento sebastianista" liderado pelo autoproclamado rei João Antônio dos santos. A história se transformou em obra da literatura em 1971, ano em que o escritor Ariano Suassuna publicou o "romance d'a pedra do reino e o príncipe do sangue do vai-e-volta".

No local, duas formações rochosas são um dos principais atrativos em meio a um santuário ao ar livre, idealizado pelo escritor paraibano. São 16 esculturas de santos e personagens do episódio sebastianista e do romance de Suassuna, dispostos em círculo e em representação ao sagrado e o profano. A obra "d'a pedra do reino" também já foi tema de minissérie da tv globo. No Centro de São José do Belmonte, na praça Pires Ribeiro, há ainda o memorial da pedra do reino, acervo onde estão arquivados livros, quadros, documentos e registros fotográficos do movimento que ocorreu no município.

Muito me alegra fazer parte da história deste município, pois meu pai foi eleito prefeito de São José do Belmonte por duas vezes, como eu também tive o mesmo privilégio de ser eleito e reeleito prefeito, sendo posteriormente eleito o primeiro deputado estadual belmontense. Firmo aqui novamente o compromisso de honrar a grandeza e tradição da nossa cidade, trabalhando para que a mesma continue no caminho do desenvolvimento melhorando a qualidade de vida do nosso povo.

Parabéns Belmonte e um forte abraço a todos os meus conterrâneos.  notícias de são josé do belmonte,  politica de são josé do Belmonte, Belmonte política, Belmonte notícias,polícia Belmonte, polícia são José do belmpnte



VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Twitter

SOBRE NÓS

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Copyright © Blog Tribuna Belmontense -

Design por