9 de junho de 2015

Barbalha–CE: Advogado e ex-candidato a prefeito é executado a tiros no centro da cidade



Mais um homicídio foi registrado em Barbalha se constituindo no terceiro em menos de dois dias naquele município. O advogado e funcionário público federal do Ministério do Trabalho, José Vasques Landim, de 58 anos, que residia no Sítio Correntinho na zona rural de Barbalha, foi executado com dois tiros de revólver. Por volta das 23h30min ele saía da casa de parentes e se encontrava na calçada do imóvel 188 da Rua Totonho Filgueiras no centro da cidade quando foi surpreendido pelos disparos.

Lesionado com um tiro no olho direito e outro no abdômen o mesmo terminou socorrido às pressas e em estado grave ao Hospital Santo Antonio, mas faleceu cerca de 20 minutos depois. Segundo testemunhas, o autor dos tiros foi um homem de capacete que se aproximou em uma moto de cor preta deixando características de um crime de pistolagem. O Sargento Sávio e os Soldados Renê, Wendel e Sousa estiveram no local e até diligenciaram sem o êxito de encontrar o acusado. O cropo está sendo velado no Centro de Velório Anjo da Guarda em Barbalha, onde haverá missa às 16 horas seguida do sepultamento no cemitério daquela cidade. Sua esposa está sendo aguardada procedente de Fortaleza.

Além de advogado, José Vasques era político. Em 2004 disputou a Prefeitura de Barbalha pelo PMN e obteve 69 votos no ano em que o médico Rommel Feijó de Sá foi vitorioso. Quatro anos depois, decidiu se candidatar a vereador pelo mesmo partido e ficou na nona suplência da coligação PTN/PCdoB/PDT/PMN/PRB/PSB com 163 sufrágios. Bem antes já tinha sido vereador e até vice-presidente da Câmara Municipal. Ele foi vítima de um atentado em janeiro de 2014 e respondia alguns processos na Comarca de Barbalha, principalmente por ameaças, injúria, calunia e difamação.

Foi o terceiro homicídio deste mês de junho em Barbalha e o 17º do ano no município. Por volta das 6 horas deste domingo José Emerson Batista de Sousa, de 19, que residia na Rua 22 de Julho, 1261 (Casas Populares) em Juazeiro, foi morto a tiros dentro de uma casa na Avenida 17 de Agosto, 923 no bairro Cirolândia. Cinco horas depois, populares encontraram no Sítio Farias o corpo de Lucas Rodrigues, de 16 anos, que residia na Rua Voluntários de 14, número 170 (Santa Tereza) em Juazeiro, o qual estava parcialmente carbonizado e apresentava perfurações à bala. Fonte: Site Miséria



VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Twitter

SOBRE NÓS

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Copyright © Blog Tribuna Belmontense -

Design por