26 de maio de 2015

NA ALEPE, deputado defende que bandido que troca tiro com a polícia tem que morrer



Durante uma discussão na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) sobre a violência no interior do Estado, o deputado Joel da Harpa (PROS), que é policial militar, defendeu que o programa Pacto Pela Vida, do Governo de Pernambuco, deixe de contabilizar como crimes violentos letais intencionais (CVLI) a morte de criminosos durante ações da polícia.

“Bandido que troca tiro com a polícia tem que morrer mesmo”, defendeu no plenário da Casa. Ele também chamou os criminosos de “marginais”. Entre janeiro e abril deste ano, o Pacto Pela Vida registrou 1.304 assassinatos em Pernambuco. O número é 11% superior ao de 2014. ( Do Jornal do Commercio )



VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por