27 de abril de 2015

Atenção ao aparecimento de Manchas Vermelhas pelo corpo, pode ser Dengue!

Determinação foi divulgada após registros de casos atípicos da doença.
Cenário fez Secretaria de Saúde mudar estratégia de combate ao mosquito.

Virose com manchas vermelhas deve ser notificada como dengue em Pernambuco



A Secretaria de Saúde de Pernambuco determinou que, a partir desta semana, todos os registros de pacientes que chegarem às unidades das redes pública e privada com manchas vermelhas na pele, acompanhados de febre ou não, sejam notificados como casos suspeitos de dengue, assim como aqueles que possuem os sintomas clássicos da doença. A medida, divulgada nesta quarta (22), foi adotada após o órgão verificar o surgimento de casos atípicos de dengue no estado.
A coordenadora do Programa de Controle da Dengue da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Claudenice Pontes, explicou que muitos pacientes chegaram às unidades com sintomas que não se enquadram nas definições preconizadas pelo Ministério da Saúde para dengue e outras doenças de notificação obrigatória, e eram tratados como caso a esclarecer. "Entre março e abril, registramos pouco mais de mil casos a esclarecer e a maioria dos testes [no Lacen-PE, laboratório de referência estadual] deu positivo para dengue. Então, tomamos essa medida como uma resposta imediata, porque é uma doença que se agrava e pode levar a óbito", disse.


Veja os principais sintomas da dengue clicando em 'Leia Mais'.

A ideia agora é tentar montar um quadro mais real da infestação da doença no estado para orientar pacientes e ações de combate ao mosquito transmissor, o Aedes aegypti. Só este ano, foram notificados 22.320 casos de dengue no estado, e os casos a esclarecer estavam fora dessa conta. "Vamos notificar as viroses também para que os pacientes sejam logo tratados clinicamente como dengue, e precisamos que prefeituras municipais façam essa notificação para planejar melhor o controle de transmissão", apontou a coordenadora. Claudenice Pontes lembrou que, em Pernambuco, ainda não há caso autóctone de chikungunya (quando a doença é contraída dentro do estado).

Investigação




Desde março, a SES iniciou um estudo sobre os casos atípicos de doenças exantemáticas (com manchas avermelhadas na pele), que está auxiliando o Ministério da Saúde a montar um plano de investigação para outros estados do Nordeste. Em Pernambuco, nove unidades em Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata e Recife estão fazendo coletas de amostras clínicas para auxiliar nesse processo. Estão sendo selecionados os casos com exantemas, acompanhados ou não de febre ou de outros sintomas, até o terceiro dia do início dos sinais e sintomas. Esse estudo será realizado até o fim de junho.

As amostras são encaminhadas para o Lacen, que examina a presença do vírus. Se der positivo, é possível determinar o tipo. Se der negativo, a respectiva secretaria municipal de Saúde é acionada para uma segunda coleta de sangue para a realização da sorologia, quando será verificada a possibilidade de dengue e outros vírus.

Se nenhuma doença for confirmada na sorologia, as amostras serão encaminhadas para o Instituto Evandro Chagas, em Belém/PA, que é o laboratório de referência nacional na investigação de arbovírus. A investigação analisa a sintomatologia, faixa etária e local de ocorrência dos casos e, a partir disso, a Secretaria de Saúde vai poder entender o funcionamento da doença.

Além da SES, o trabalho tem o apoio das secretarias municipais de Saúde de Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São Lourenço da Mata e Recife, do Lacen-PE e do Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães (CPqAM).





(Fonte: G1)



VOLTE À PÁGINA INICIAL






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por