27 de março de 2020

26 de março de 2020

Campanha Serra Talhada Solidária


"Solidariedade é a dor do outro doendo em mim".

Imbuídos na fé e com o mais profundo sentimento de solidariedade, diante da pandemia do COVID-19, que assola o mundo e, principalmente, perante os trágicos desastres ambientais que têm aterrorizado a região do Sertão do Pajeú, um grupo de amigos de vários segmentos da sociedade serra-talhadense se uniu no propósito do exercício de cidadania comum. 

Assim, fica clara a proibição da referência particular a nortear essa honrosa ação, fazendo-se saber que o foco priorizado é o potencial humano de cada um, para que, juntos, resgatemos o nosso irmão necessitado.

O objetivo da Campanha é arrecadar  donativos (alimentos, roupas, colchões, lençóis, dinheiro) para que sejam doados aos irmãos atingidos pelas águas do Rio Pajeú.

Junte-se a nós nesta luta!

PONTO DE COLETA:

ARENA PUB-SERRA TALHADA-PE

DADOS BANCÁRIOS:

JOSÉ ROGÉRIO DO NASCIMENTO
AGENCIA: 0914
OPERAÇÃO: 013
CONTA POUPANÇA: 63.594-5
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Leia Mais...

Para fechar igrejas em Pernambuco, Paulo Câmara pode ir ao STF


Bolsonaro assinou um decreto onde colocou os líderes religiosos no mesmo nível de essencialidade que médicos

Segundo informação publicada neste quinta-feira (26), pelo jornalista Igor Maciel, no Jornal do Commercio, alguns governadores do Brasil, entre eles Paulo Câmara (PSB), estariam dispostos a ir ao Superior Tribunal Federal (STF) para impedir o funcionamento de Igrejas nos estados. A medida seria para garantir que as pessoas não saiam de suas casas durante o período de quarentena.
O presidente assinou um decreto com as atividades indispensáveis, onde colocou os líderes religiosos no mesmo nível de essencialidade que médicos, na crise do coronavírus. Com o decreto, as igrejas ficam liberadas para funcionar mesmo durante a pandemia. O ato foi visto como uma maneira de agradar os donos de igreja e pressionar os governadores.
Leia Mais...

Diretor Geral do DNOCS nega riscos à Barragem de Jucazinho


Em razão de informações recentes veiculadas na mídia regional, pondo em dúvida a segurança da Barragem Jucazinho, situada no Município de Surubim, no Estado de Pernambuco, a Direção Geral do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS, vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:
1 – A Barragem se encontra com sua estabilidade garantida, e, sendo assim, não oferece nenhum risco à sociedade;
2 – Em razão da constatação da existência de diversas anomalias/patologias, o DNOCS contratou uma empresa especializada para elaboração do Projeto Executivo de Recuperação da barragem, cujo cronograma previu a execução das obras em duas etapas: a primeira, caracterizada como emergencial, foi concluída conforme planejado. Com relação às obras consideradas como 2ª Etapa das intervenções, executadas, parcialmente no âmbito do Contrato DNOCS N° 18/2018, não foram concluídas em razão de questões administrativas. Isto motivou o DNOCS a promover nova contratação de empresa para execução dos serviços remanescentes de recuperação da barragem, cujas providências estão em curso;
3 – Vale ressaltar, que não obstante a necessidade de executar todos os itens do projeto de recuperação, bem como corrigir as patologias ainda existentes, de modo a dotar a barragem das condições operacionais previstas na Lei de Segurança de Barragens, as intervenções até aqui realizadas foram suficientes para garantir sua estabilidade em relação às cheias de projeto;
4 – Em relação às infiltrações apontadas no vídeo, que se observa na galeria de drenagem, segue uma transcrição do Consultor em Tecnologia do Concreto, Wanderley Barbosa, do Painel de Segurança de Barragens do DNOCS, de um relatório por ele elaborado após visita à barragem no início de dez/2019: “As infiltrações em Barragem de concreto, especialmente nas barragens de CCR, apesar de não serem normais são corriqueiras, mas elas dificilmente levam uma barragem à ruptura. Desde o advento do emprego de CCR na execução de barragens, têm sido inúmeros os relatos de infiltração, sendo que muitas dessas infiltrações se extinguiram com o tempo e nenhuma delas levou essas barragens à ruptura…” De todo modo, as infiltrações ainda existentes serão corrigidas;
5 – Anomalias, ainda existente, tais como fissuras em pontos do concreto que não comprometem a segurança, serão todas corrigidas na próxima e última etapa dos trabalhos de recuperação da barragem. No vídeo foram registrados descolamentos pontuais da argamassa de revestimento dos degraus do trecho insubmersível de CCR que, igualmente, em nada compromete a segurança da estrutura. São
serviços que deverão ser reparados pela própria empresa Contratada, que deverá sanear, esta, e outras pendências de modo a permitir a rescisão contratual;
6 – Informa-se, por fim, que a barragem, a despeito da divulgação sensacionalista, sem fundamentação técnica, com o objetivo de provocar pânico junto à população, está em condições de segurança,  principalmente após a execução recente de grande parte dos serviços, tido como essenciais à estabilidade da barragem.
Em 25/03/2020,
Engº José Rosilônio Magalhães de Araújo – Diretor Geral do DNOCS
Leia Mais...

25 de março de 2020

Pernambuco registra primeira morte de paciente com coronavírus e chega a 46 casos confirmados


Pernambuco registrou, nesta quarta-feira (25), a primeira morte de paciente diagnosticado com o novo coronavírus (Sars-Cov-2). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a vítima é um idoso de 85 anos, que estava internado no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no Centro do Recife. Ele tinha apresentado os primeiros sintomas da Covid-19 no dia 18 de março e foi internado no dia 20. Com esse caso, sobe para 48 o número de óbitos no país.
Também nesta quarta-feira, a SES registrou mais quatro confirmações para o novo vírus, contabilizando 46. De acordo com a pasta, o paciente que morreu tinha histórico de diabetes, hipertensão, além de cardiopatia isquêmica.
Inicialmente, o homem foi atendido em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na quinta-feira (19), com febre, tosse seca, dispneia (dificuldade de respirar) e dor toráxica. Na unidade, ele foi entubado e, em seguida, transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Huoc.
No Huoc, o homem foi medicado com antibiótico e antiviral indicado para tratar influenza em pessoas com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), como diz o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde (MS).
O idoso, segundo o governo, apresentou melhora no quadro respiratório e infeccioso, mas, como tinha outras doenças, houve uma piora no funcionamento dos rins e precisou, na terça-feira (24), passar por hemodiálise. Esse procedimento, a partir dos 80 anos de idade, é considerado de risco.
Na manhã desta quarta, durante a sessão, o homem teve uma parada cardiorrespiratória e, apesar das tentativas de reanimação pela equipe médica, ele morreu.
Leia Mais...

Sebastião Oliveira sai em defesa do servidor público


Se depender de Sebastião Oliveira não vai vingar o projeto do deputado federal paulista Carlos Sampaio, que pretende mexer nos salários dos servidores públicos. De acordo com o pernambucano, a ideia é populista, oportunista e inconstitucional. “Quer jogar para a plateia”, explicou Sebá.
“Trata-se de uma injustiça que não vou compactuar. É preciso acabar com a mania de achar que o servidor é o grande vilão de tudo. Concordo em reduzir os ganhos dos deputados, mas jamais nos vencimentos dos trabalhadores”, reforçou Oliveira.
Para Sebastião, a pauta não deveria nem entrar em discussão, já que o Brasil dispõe de 352 bilhões de dólares em reservas internacionais e, portanto, tal medida seria desnecessária.
“O salário é sagrado e o servidor público é quem mais paga imposto no País, pois já vem retido na fonte. É só aparecer uma crise que querem jogar a culpa nele”, frisou Sebastião Oliveira, que não acredita na constitucionalidade do projeto. “Todos sabem que não se pode legislar sobre o Executivo e o Judiciário”, concluiu.
Leia Mais...

Humberto diz que Bolsonaro é irresponsável


Criminoso e irresponsável. Foi assim que o senador Humberto Costa (PT-PE) classificou o pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, em cadeia nacional, nessa terça-feira (24).

Segundo o senador, as declarações do presidente tentam esconder a gravidade da pandemia de coronavírus que tem se espalhado pelo mundo, deixando milhares de vítimas. “Esse governo não tem mais salvação. Ele chegou ao fim da linha.”

É lamentável, é inconcebível que alguém que deveria ter a responsabilidade de um chefe de Estado aja dessa maneira. Em todos os países do mundo, dos mais desenvolvidos aos mais pobres, os governantes têm se preocupado em preservar e garantir a vida das pessoas. Aqui no Brasil, no entanto, o presidente se coloca contra a ciência, contra o que dizem os profissionais de saúde pública e apregoa medidas que vão fazer com que essa pandemia possa ser ainda mais grave”, afirmou o senador.

Para Humberto, o presidente usou dados falsos em seu pronunciamento para mascarar a situação da crise que se abate sobre o Brasil. Em sua fala, Bolsonaro criticou o fechamento de escolas e atacou a atuação dos governadores e da mídia alegando que gera pânico na população.

Bolsonaro chamou o Covid-19 de ’gripezinha, resfriadinho, histeria”, num gesto de desrespeito às vítimas fatais, suas famílias e todo o país. Atacou a imprensa uma vez mais. Em vez de tentar se restaurar no cargo de presidente, usou sua fala para ridicularizar o grave momento pelo qual passa a nação”, advertiu.

O senador disse que a fala de Bolsonaro menospreza o problema e mostra o despreparo e a pequenez do presidente, que mostrou mais uma vez que não está à altura do cargo que ocupa.


Leia Mais...

23 de março de 2020

Rogério Leão remaneja recursos de quase R$ 400 mil para aquisição de respiradores mecânicos para Unidade de Saúde de Belmonte


O montante alocado pelo parlamentar será para aquisição de, no mínimo, 8 respiradores mecânicos

O deputado estadual Rogério Leão (PL) anunciou a iniciativa do uso de  recursos através de  emenda parlamentar  junto à secretaria estadual de Saúde, destinados à Unidade Mista Leônidas Pereira de Menezes, em São José do Belmonte.

O montante é oriundo do orçamento estadual no valor de R$ 388.400,00 num trabalho de fortalecimento da unidade hospitalar conveniada ao SUS para  aquisição de, no mínimo, 8 respiradores mecânicos, tendo em vista a existência de apenas 1 naquela Unidade de Saúde, e a importância desses equipamentos de suporte para salvar vidas, que irão contribuir para estruturar a Unidade em caso de emergência, nesse momento tão crucial em que o Covid-19 assola o mundo.

Respirador ou ventilador mecânico é o equipamento eletromédico cuja função é bombear ar aos pulmões e possibilitar a sua saída de modo cíclico para oferecer suporte ventilatório ao sistema respiratório daquele que não consegue respirar espontaneamente por vias normais devido a diversos fatores, inclusive, COVID-19.

Comprometido com a situação atual por qual passa o mundo, o Brasil e Pernambuco, Rogério Leão falou sobre a medida para ajudar o município no combate à pandemia do COVID-19.

"Solicito à secretaria estadual de Saúde, na pessoa do Secretário André Longo, e ao governador Paulo Câmara, a liberação urgente desses recursos, pois o nosso esforço e de toda a sociedade é no sentido de salvar vidas e preservar a saúde humana, o que é fundamental e, principalmente, evitar um colapso no sistema de saúde", frisou o parlamentar, manifestando preocupação também com a paralisia econômica gerada pela pandemia.

"O momento é de extrema responsabilidade, independente de posição partidária, a preocupação principal tem que ser a saúde da população", defendeu Rogério Leão.


Da AsCom - Deputado Estadual Rogério Leão
Leia Mais...

MP de Bolsonaro permite que empresas fiquem 4 meses sem pagar salário


O presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória, publicada em edição extra do Diário Oficial da União na noite desse domingo (22), que permite que contratos de trabalho e salários sejam suspensos por até quatro meses durante o período de calamidade pública.
A medida é parte do conjunto de ações do governo federal para combater os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus.
Como se trata de uma medida provisória, o texto passa a valer imediatamente, mas ainda precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional no prazo de até 120 dias para não perder a validade. O governo federal defende a proposta como forma de evitar demissões em massa.
Segundo a MP, a suspensão de contratos deve ser feita de modo que, no período, se garanta a participação do trabalhador em curso ou programa de qualificação profissional não presencial oferecido pelo empregador ou alguma entidade.
A medida provisória também estabelece que:
O empregador não precisará pagar salário no período de suspensão contratual, mas “poderá conceder ao empregado ajuda compensatória mensal” com valor negociado entre as partes nos casos em que o programa de qualificação previsto não for oferecido, será exigido o pagamento de salário e encargos sociais, e o empregador ficará sujeito a penalidades previstas na legislação a suspensão dos contratos não dependerá de acordo ou convenção coletiva, mas poderá ser feito de forma individual ou coletiva a suspensão do contrato será registrada em carteira de trabalho física ou eletrônica. Acordos individuais entre patrões e empregados estarão acima das leis trabalhistas ao longo do período de validade da MP para “garantir a permanência do vínculo empregatício”, desde que não seja descumprida a Constituição benefícios como plano de saúde deverão ser mantidos.
Além da suspensão do contrato de trabalho e do salário, a MP estabelece, como formas de combater os efeitos do novo coronavírus:
Teletrabalho (trabalho à distância, como home office); suspensão de férias para trabalhadores da área de saúde e de serviços considerados essenciais; antecipação de férias individuais, com aviso ao trabalhador até 48 horas antes concessão de férias coletivas aproveitamento e antecipação de feriados; banco de horas; suspensão de exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho; direcionamento do trabalhador para qualificação; adiamento do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
Por G1 / Blog do Pitel
Leia Mais...

20 de março de 2020

Comércio e construção civil irão parar a partir de domingo em Pernambuco


O Governo de Pernambuco determinou nesta sexta-feira (20) que o comércio será fechado a partir de domingo (22). Esta é mais uma medida para impedir a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) no Estado. Além disto, os serviços e as obras de construção civil também deverão ser paralisados.

Em coletiva de imprensa nesta sexta, o governador Paulo Câmara (PSB) informou que esta lista não inclui supermercados, padarias, mercadinhos, farmácias, postos de gasolina, casas de ração animal, depósitos de água mineral e gás, além de obras de serviços essenciais, como hospital, abastecimento de água, gás, energia e internet. Estes estabelecimentos continuarão funcionando normalmente.

Ainda de acordo com Paulo Câmara, as obras de construção civil contratadas pelo serviço público serão decididas por cada ente federativo, ou seja, a União, o Estado e municípios. "Precisamos neste momento que o maior número de pessoas fiquem em casa, para que tenhamos o mínimo de contato social", solicitou o governador.

Bares, restaurantes e shoppings fechados

Na quinta-feira, o Governo do Estado já havia determinado o fechamento de shoppings, bares e restaurantes, lanchonetes, salões de beleza, clubes sociais e comércio de praia.

Bares e restaurantes poderão atender exclusivamente para entregas (serviço de delivery). Já os parques e praias só poderão ser acessados para a prática de atividades físicas.

Segundo o governador, todos os lugares do mundo que estão conseguindo conter o avanço da doença que já matou milhares de pessoas diminuíram o número de pessoas nas ruas.

Sintomas e prevenção

O Covid-19 é similar a uma gripe e é transmitido pela saliva, espirro, tosse ou aperto de mãos. Os sintomas do coronavírus são febre, tosse e falta de ar. Caso apresente os sintomas, a orientação é ligar 136 ou procurar uma unidade de saúde na sua cidade.

A melhor forma de prevenir o novo coronavírus e outras doenças respiratórias é tomando algumas atitudes como: lavar bem as mãos frequentemente com água e sabão; utilizar álcool em gel 70% para higienizar as mãos caso não possa lavá-las; cobrir o nariz e a boca com um lenço descartável ao espirrar e tossir; usar o ombro ou braço para cobrir o espirro e a tosse; evitar tocar os olhos, nariz e boca quando as mãos não estiverem limpas; não compartilhar alimentos e objetos de uso pessoal como talheres, pratos, copos e garrafas; higienizar aparelhos celulares, tablets e controles remotos; manter ambientes bem ventilados, com portas e janelas abertas. Caso já esteja doente, evite locais fechados com muitas pessoas e o contato com idosos, gestantes e doentes crônicos.

Números em Pernambuco

O número de casos confirmados do novo coronavírus subiu para 28 em Pernambuco. De acordo com boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) nessa quinta-feira (19), são 508 casos notificados, sendo que 166 já foram descartados. Outros 311 seguem em investigação.

Leia Mais...

Postagens mais antigas Página inicial

Quem somos

O Tribuna Belmontense é um blog de divulgação de notícias locais e regionais sobre os mais diversos assuntos de interesse geral.

Agradecemos sua visita. Volte Sempre :)

Twitter

Copyright © Tribuna Belmontense - São José do Belmonte - PE

Design por